quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

S.O.S Santa Catarina


Peço permissão aos amigos e amigas para um pronunciamento sobre a triste situação em que se encontra o Estado de Santa Catarina, mesmo isto não tendo relação com Cinema, TV e afins. Como sulista, residindo em Curitiba, tenho acompanhado os multirões de ajuda e, inclusive, algumas equipes de resgate que partem daqui e vão até lá. É muito triste ligar a televisão e dar de cara com municípios praticamente destruídos pela fúria da água. O Vale do Itajaí está em situação crítica e várias das estradas que dão acesso ao Estado Catarinense estãos bloqueadas. Há, sim, a preocupação com a queda no número de turistas nesta temporada, mas e daí? O que importa, neste momento, são as pessoas que perderam tudo e precisam da nossa ajuda para reconstruírem suas vidas - mesmo sendo difícil, já que muitas delas perderam pessoas queridas. Já deveria ter escrito este post há uns dias, mas precisei levar um soco no estômago e me emocionar de forma singular, ontem, com a história da mãe que perdeu o marido e três filhos (uma das filhas, grávida de sete meses). Sobraram somente esta senhora e o quarto filho, e o que me tocou foi a sua fala: "minha filha, que iria dar o meu maior sonho (neto), segura na minha mão e me olha pedindo socorro. Quando eu ia puxá-la, parte da casa desmoronou sobre nós e a força da água a levou.". Não preciso dizer mais nada. A Defesa Civil de Santa Catarina abriu duas contas bancárias para receber doações em dinheiro para ajudar as pessoas atingidas pelas chuvas que atingem o Estado. Os interessados em contribuir podem depositar qualquer quantia nas contas: Banco do Brasil - Agência 3582-3, Conta Corrente 80.000-7; ou Besc - Agência 068-0, Conta Corrente 80.000-0. Aqui na cidade, também faz-se multirões arrecandando roupas e alimentos; talvez existam estes multirões nas suas cidades. Agradeço pela atenção e peço que, se não puderem ajudar, pensem positivo na intenção dos desabrigados.

17 comentários:

Romeika disse...

Muito triste mesmo:-( Admiro sua iniciativa em escrever este post, Kau.

Otavio Almeida disse...

Tô pegando os números!

Abs!

cinefilapornatureza disse...

Horrível o que acontece em Santa Catarina. Já tinha pego estes números quando fui sacar no Banco e pretendo, em breve, poder dar a minha contribuição!

Beijos!

Kau disse...

Romeika, obrigado. Era o mínimo que eu podia fazer...

Otavio e Kami, podem ter certeza que a colaboração, qualquer que seja, será muito bem-vinda. Abraços, Otavio! Beijos, Kami!

Pedro Henrique disse...

Já fiz minha parte com roupas e alimentos, mas nunca é o suficiente. Quando der mando mais!

Excelente iniciativa rapaz!

cinevita disse...

É doloroso. E acho ótimo você se prontificar sobre o assunto.

Quanto às doações, sou cínico e pessimista demais para mandar para uma conta. Gosto de ter certeza do destino, antes de qualquer coisa. =/ Ainda assim, desejo o melhor para todos e espero que recebam a ajuda devida. É uma situação que corre o risco de se espalhar em outras partes do Brasil - e do mundo.

Ciao!

Paulo.S disse...

Parabéns pelo texto e pela consciêcia social Kau. Eu sou daqueles que pensam que todos temos a obrigação de ajudar ao próximo, principalmente em momentos como esses. Nem que seja preciso deixar de ver aquela sessão, daquele filme, naquela semana, para doar o dinheiro. mesmo que seja pouco e tenho certeza que já vale muito, e fará bem a quem recebe e a quem doa.

Parabéns!

Kau disse...

Pedrão, aqui na cidade estamos arrecadando bastante roupas e alimentos também. E vamos ajudar!!

Wally, eu entendo perfeitamente. Tb tenho um certo receio quanto a mandar dinheiro. Mas não sei se seriam tão perversos em "roubar" o que é, na verdade, para um recomeço de vida. Abraços!

Paulo, que é isso. Só fiz minha parte e concordo com você.

Vinícius P. disse...

Parabéns pela iniciativa, Kau!

Rafael Moreira disse...

Olá, Kau!
Estou conhecendo seu blog agora!

Bem, acho que todos nós estamos sensibilizados com a tragédia. Aqui em Fortaleza eu ajudo no que posso. Já doei alimento e água. Sei que não é suficiente, mas faço minha parte!

Abraço!

Kau disse...

Vinícius, obrigado.

Rafael, como vai? Obrigado pela visita. Não pense desta forma, rapá!! Não importa a quantidade, o importante é ajudar... vc fez sua parte e, sem dúvidas, eles agradecem. Abração!

Hugo disse...

Aqui em SP muita gente tá se mobilizando, a TV Record tem o Instituto Solidariedade e abriu uma conta para arrecadar fundos, com isso acabei dando minha contribuição.
Quanto a tragédia, infelizmente é a natureza devolvendo tudo o que homem faz com ela.

Abraço

Kau disse...

Hugo, exatamente. Muito dos desastres naturais são decorrentes de próprias ações humanas. Abração!

Ramon disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ramon disse...

Kau... grande iniciativa. Obrigado pelo ajuda. Eu resido no meio do problema, mas felizmente não sofri nada além de alguns dias sem energia e outros sem água.
Blumenau ainda está um caos. O trânsito está complicado, as ruas viajaram no tempo e voltaram a ser estradas de barro. Isso para não dizer o pior. Cheio de gente vivendo em colégios sem poder voltar para casa. Muitas porque nem mesmo lhe resta um pedaço de casa, e as outras porque as casas ficaram condenadas.
Estão elaborandos planos para fazer como aconteceu em New Orleans, após o furacão Catherina (Santa Catherina!), e trazer containers para servir de habitação.
Ps.: Só indico cuidar com as contas divulgadas. É claro que não é o seu caso, mas muitos aproveitadores divulgaram emails de solidariedade com suas contas no lugar das contas da prefeitura.

Abs!

kaio oliveira disse...

Isso é muito foda mesmo.Dou graças a Deus que isso nunca aconteceu aqui.Minha mãe pretende doar umas roupas velhas minhas e dela também.

Kau disse...

Ramon, sinto muito pela situação. Tenho familiares em Camboriu que nem foi o maior atingido e, mesmo assim, ficou um caos tb. Espero, mesmo, que tudo se resolva o mais rápido possível e que estas pessoas possam recontruir suas vidas. Precisando de alguma coisa, grita! Abraços.

Kaio, muito bom!